Ma Long: Com a Reforma Profissional da ITTF os Atletas de Tênis de Mesa não Precisarão mais Representar o seu País no Futuro e sim Individualmente como no Tênis de Quadra

Em entrevista para um programa chinês Ma Long afirmou que com as reformas da ITTF os atletas num futuro próximo poderão jogar eventos internacionais sem precisarem estar representando o seu país e sim jogar individualmente como o que acontece atualmente no tênis de quadra.

Ma Long  (CHN) 2020 WTT Macao - Foto: ITTF

No programa "Guan Fu Du Du", transmitido em 27 de janeiro, o líder da equipe masculina de tênis de mesa chinesa Ma Long expressou seu plano de estender sua carreira o máximo possível e disse que, conforme a reforma profissional da ITTF entra em uma nova era, no futuro, os atletas não poderão mais jogar em nome do país, mas como jogadores de tênis, inscrevem-se em competições individualmente.

Além de revelar que não tem a menor ideia de se aposentar no momento, Ma Long também expressou sua opinião sobre as atuais reformas da WTT (World Table Tennis Professional League) no programa: "Não importa a ITTF ou a Associação Chinesa de Tênis de Mesa, faça algumas competições profissionais de WTT para atletas. Talvez você não precise sair para competir em nome do país no futuro. 

Agora, algumas de nossas competições internacionais são registradas em âmbito nacional. No futuro, você pode participar das competições em seu próprio nome como tenistas. "Percebe-se que os mesa-tenistas podem escolher as provas mais de acordo com seu status e planos, o que terá um efeito mais positivo no prolongamento de sua vida profissional e na maximização do desenvolvimento de valor pessoal.

A equipe chinesa de tênis de mesa está atualmente em treinamento de inverno em Lingshui, Hainan, preparando-se para a corrida de velocidade final das Olimpíadas de Tóquio. 


    






Comentários

Total de visualizações da página

eBook

Tênis de Mesa Gran São João

Postagens mais visitadas dos últimos 30 dias

A TÁTICA NO TÊNIS DE MESA

Tênis de Mesa Limeira