Hugo Calderano vai participar no Aberto da Hungria de Tênis de Mesa

Calderano é o cabeça de chave número 2, mas outros seis brasileiros estão na briga; saiba quais são os objetivos de cada um.

Hugo Calderano - Brasil - Foto: ITTF
A Hungria traz boas recordações para os brasileiros no tênis de mesa. No Campeonato Mundial de 2019, o país colocou sete atletas na chave principal, em desempenho semelhante ao das maiores potências da modalidade. No mesmo torneio, Hugo Calderano igualou a melhor campanha de um brasileiro na história da competição, ao chegar nas oitavas de final, feito que somente Biriba e Cláudio Kano haviam conseguido anteriormente. No Aberto da Hungria de 2018, Calderano foi semifinalista.

Portanto, motivos para acreditar não faltam. Veja o que podemos esperar de cada grupo de brasileiros na Hungria:

Briga por pódio – Inegavelmente, Hugo Calderano é um dos favoritos em Budapeste. Cabeça de chave número 2, tem no japonês Tomokazu Harimoto seu grande rival. A final é no domingo de Carnaval. Quem será que vai sambar melhor nas mesas?
Chave Principal – Essa é a meta mais próxima de, pelo menos, dois brasileiros. Bruna Takahashi conseguiu passar num Aberto Platinum, na Alemanha, e tenta repetir o feito. Melhor entre os homens nos Abertos da Alemanha (ficou na fase preliminar 4, a última antes da chave principal) e Portugal (único a passar da fase de 64), Vitor Ishiy busca novo bom resultado.
Querem surpreender – Não acredita no experiente? Thiago Monteiro já mostrou que cresce nestes momentos. Em 2019, chegou na fase de 32 do Aberto Platinum do Catar. Caroline Kumahara e Jessica Yamada estão disputando competições internacionais consecutivas, com bom ritmo de jogo. Eric Jouti fez um bom Aberto na Espanha, não disputou torneios na semana passada e deve vir forte para buscar algo a mais.
“No Aberto da Espanha, joguei bem, mas senti poderia ter ido mais longe. Acabei errando algumas bolas que não costumo falhar e o jogo desandou. Depois disso, pude dar uma descansada. Agora é ir com tudo amanhã”, projeta Jouti.
Duplas – Serão quatro parcerias com brasileiros em Budapeste. No feminino, Caroline Kumahara joga ao lado da norte-americana Lily Zhang, enquanto Jessica Yamada e Bruna Takahashi formam outra dupla. No masculino, Eric Jouti e Vitor Ishiy. Nas mistas, Ishiy e Bruna repetem a parceria que quase conquistou medalha em Portugal, parando nas quartas de final.
Confira os jogos do primeiro dia envolvendo brasileiros no Aberto da Hungria (horários de Brasília):
Individual Feminino
7h30 – Fase Preliminar 1 – Caroline Kumahara 4 a 3 Giorgia Piccolin (ITA)
8h20 – Fase Preliminar 2 – Jessica Yamada 4 a 0 Yuan Wan (GER)

Individual Masculino (horários a confirmar)
Fase Preliminar 2 – Thiago Monteiro 4 a 2 Aliaksandr Khanin (BLR) ou Miad Loftjanabadi (IRI)
Fase Preliminar 2 – Vitor Ishiy 1 a 4 Norbert Nagy (HUN) ou Alexandre Cassin (FRA)
Fase Preliminar 2 – Eric Jouti x Diogo Chen (POR)

Duplas Feminino
13h20 – Fase Preliminar 1 – Bruna Takahashi e Jessica Yamada x Sutirtha Mukherjee e Krittwika Roy (IND)

Duplas Masculino
14h20 – Fase Preliminar 1 – Vitor Ishiy e Eric Jouti x Leonardo Mutti e Jordy Piccolin (ITA)

Crédito: Olimpíada todo dia

Página Inicial


Comentários

Arquivo

Mostrar mais