Brasileiros disputam Aberto do Chile Juvenil de Tênis de Mesa no Chile

Torneio vai até o dia 24, na cidade de Santiago, e contará com a maioria dos representantes brasileiros no Sul-Americano Infantil e Juvenil.

Giulia Takahashi - Brasil - Foto: ITTF
Passados os bons resultados do Sul-Americano Infantil e Juvenil, a maioria dos atletas brasileiros que estavam no Chile já viraram a chave, mas sem sair do lugar. Também em Santiago, nesta quarta-feira (20), começa o Aberto do Chile Infantil e Juvenil, competição do Circuito Mundial Junior que vai até o dia 24, e em que o Brasil terá 16 representantes – em sua maioria, atletas que já estavam na cidade para a competição anterior, mas com três novidades.

Dos remanescentes do Sul-Americano, disputarão o Aberto do Chile: Giulia Takahashi, Laura Watanabe e Karina Shiray, na categoria infantil feminina; Luigi Yamane, Henrique Noguti, Joon Shim e Gutavo Gerstmann, na infantil masculina; no juvenil feminino, Livia Lima, Amy Sekimoto e Tamyres Fukase; e Diogo Silva, Lauro Sebold e Rafael Torino, pelo juvenil masculino.

A delegação, no entanto, sofreu três alterações. Beatriz Fiore, do infantil feminino, Nicolas Nishimura, do infantil masculino e Kenzo Carmo, do juvenil masculino são as novidades para a competição. Prestes a embarcar no avião rumo ao Chile com seu pai, Beatriz contou suas expectativas para esse novo desafio:

“Estamos focados, será um estilo de jogo diferente do que enfrentei na Europa, durante o Aberto da Suécia. Estamos ganhando confiança, passo a passo. O objetivo, considerando o número reduzido de partidas, é ganhar ao menos um jogo”, projetou Beatriz.

Os dois primeiros dias de competição serão de confrontos por equipes. No terceiro, começam os confrontos individuais, ainda na fase de grupos, sendo definidos nos dias 23 e 24 de março. Outro que permaneceu em Santiago após o Sul-Americano, o técnico William Kumagai estará acompanhando os atletas durante os cinco dias de competição, e projetou um pouco dos desafios que serão encontrados:

“Giulia Takahashi deve continuar muito bem. Depois de bons resultados, vamos ver como a Livia Lima vai se sair. Os meninos têm que ir para cima! Na categoria Juvenil, tem o Nicolas Burgos, chileno, recém campeão do Sul-Americano. No infantil, o Nano, Carlos Fernandez, do Peru, mas conseguimos superá-lo nos confrontos recentes. Vamos ver se conseguimos repetir”, contou o técnico.

As equipes brasileiras para o primeiro dia de competição já estão definidas. No infantil feminino, Beatriz Fiore e Karina Shiray serão as representantes brasileiras. No masculino, os atletas estarão divididos em três equipes: uma com Joon Shim e Henrique Noguti; outra, com Luigi Yamane e Gustavo Gerstmann; e uma terceira, com Nicolas Nishimura junto ao colombiano Felipe Fajardo.

Nas categorias juvenis, o feminino terá Livia Lima e Tamyres Fukase em uma equipe, Giulia Takahahsi e Laura Watanabe em outra, além de Amy Sekimoto competindo com canadense Benita Zhou. Kenzo Carmo e Lauro Sebold formam uma equipe no masculino, enquanto Rafael Torino e Diogo Silva formam a outra. Se depender das expectativas de Torino, o resultado será positivo:

“Vou entrar na competição bem confiante, já que apresentei bons resultados no Sul-Americano. Na equipe, ganhei todos os meus jogos, e no individual, acabei perdendo na semifinal para o campeão. Vou bem confiante, sabendo que tenho nível para ir longe no torneio”, finalizou o mesa-tenista.

Crédito: Olimpíada Todo Dia

PÁGINA INICIAL


Comentários

Arquivo

Mostrar mais