Hugo Calderano vê Mundial de Equipes de Tênis de Mesa Muito Difícil

Hugo Calderano é, novamente, o carro-chefe da Seleção Brasileira. O desafio que bate à porta é, talvez, o maior de todos: o Mundial por Equipes, maior teste para a evolução do tênis de mesa brasileiro, que começa neste domingo (29/4), em Halmstad, na Suécia. A equipe estreia às 8h (horário de Brasília), contra a República Tcheca. Grande esperança do Brasil para puxar o time em direção a um resultado histórico, o carioca já é reconhecido como um dos maiores do mundo na atualidade.


Embora a força dos adversários seja reconhecida, os progressos do time brasileiro mostram que sonhar alto é, sim, permitido.

"O Mundial é uma competição muito difícil. As equipes vão com sua força total e na Primeira Divisão não há times fracos. Nosso time mostrou que pode surpreender. Estamos treinando juntos essa semana na Alemanha e chegaremos à Suécia prontos para o que vier", enfatizou Hugo.

Mesmo muito jovem, Calderano tem mais experiência na Seleção do que outros companheiros de time, como Eric Jouti e Vitor Ishiy, ambos estreantes em Mundiais por Equipes. O debut dos parceiros não preocupa, já que o entrosamento e a amizade falam mais alto.

"Nós três jogamos juntos há muitos anos, então já temos essa troca regularmente. Os dois já participaram do Mundial Individual e têm bastante experiência. Tenho certeza de que, se conseguirmos jogar nosso melhor tênis de mesa, poderemos fazer uma participação muito boa nesse Mundial".

Força máxima
O Brasil esteve muito perto de uma medalha na Copa do Mundo por Equipes. Passou bem pela fase inicial, mas acabou superado pela Grã-Bretanha, dona da casa, nas quartas de final. Hugo fez bom papel na competição, mas a saúde o prejudicou na reta final do evento. Ele espera estar 100% durante todo o Mundial.

"Eu joguei a Copa do Mundo com uma gripe forte. Então, em termos de saúde, espero certamente estar melhor", destacou, antes de ressaltar a importância dos jogos por seu clube na Europa, o Ochsenhausen, da Alemanha.

"Tenho feito bons jogos pela Liga e estou me sentindo bem preparado, com um bom ritmo de jogo. Então, o foco é chegar ao Mundial bem fisicamente e pronto mentalmente para encarar muitos jogos de alto nível".

Número 12 do mundo, Hugo parece ter como destino em breve o Top-10 mundial. Alcançar a meta, porém, não é algo que esteja na mira em Halmstad.

"Claro que espero alcançar essa meta em breve, mas nesse momento meu foco é mais no Mundial e menos no ranking. Acredito que logo terei boas oportunidades de chegar ao Top-10".

Veja a tabela completa do Brasil na primeira fase (com horários de Brasília):


FEMININO
29/4 – 05h – Brasil x Alemanha
29/4 – 15h – Brasil x Hong Kong
30/4 – 11h – Brasil x Luxemburgo
01/5 – 05h – Brasil x Tailândia
01/5 – 14h – Brasil x Coreia do Sul


MASCULINO
29/4 – 08h – Brasil x República Tcheca
30/4 – 05h – Brasil x Portugal
30/4 – 14h – Brasil x China
01/5 – 08h – Brasil x Coreia do Norte
02/5 – 05h – Brasil x Rússia

Fonte: CBTM

Comentários

Arquivo

Mostrar mais