Haitiano improvisa Tênis de Mesa com Chinelos e Inspira Projeto Social

Edson chegou ao Brasil em 2015. No início de 2017, descobriu o amor pelo esporte, até então desconhecido, e agora sonha em ser atleta.






O refugiado haitiano, Edson Jean François, de 15 anos, conheceu no Brasil o tênis de mesa. As dificuldades para praticar o esporte, até então desconhecido para ele, inspiraram a criação de um projeto social para crianças carentes em Cascavel, no oeste do Paraná.

Sem mesa, sem raquete, sem bolinha e sem dinheiro para comprar o que precisava, Edson acabou montando um centro de treinamento improvisado na garagem de casa.

Usando uma mesa velha de escritório e chinelos ou cadernos como raquetes conseguiu o que queria.

A primeira vez que teve contato com o tênis de mesa foi no colégio, onde fazia o novo ano do ensino fundamental.

“Não conhecia esse esporte e nem sabia nem o nome também”, conta.

Sem ninguém com quem jogar, o adversário era a parede. “Tinha que bater com força, se não batia na rede e acabava perdendo”, lembra.

A história e a determinação do adolescente chamaram a atenção do professor Edson Gavazzoni.

“Achei muito surreal, porque foge do comum. É quem deseja realmente fazer alguma coisa e não se acomoda com o fato de não ter as coisas”, aponta.

Foi esta vontade do garoto e de outros colegas haitianos que levaram o professor a montar o projeto social para que os meninos tivessem um local para aprender e treinar.

A comunidade se uniu, doou as tábuas para que as mesas fossem construídas e ajudou na compra de outros materiais.

“Essa integração desses meninos é um ponto de referência para a gente acreditar que e a comunidade pode fazer a diferença”, incentiva o professor.

Atualmente, mais de dez meninos participam do projeto. Em 2018, novas turmas devem ser abertas.

“Comecei a fazer novas experiências, ter novos amigos, aprendi uma língua nova. Estou muito feliz”, destaca o haitiano, que sonha ser atleta de tênis de mesa.

Página Inicial



Fonte: G1 Oeste e Sudoeste

Comentários

Total de visualizações da página

eBook

Tênis de Mesa Gran São João

Postagens mais visitadas dos últimos 30 dias

Luiza Dalfré do Gran São João na Liga Nipo Brasileira de Tênis de Mesa

Tênis de Mesa Limeira