Você Sabe Como o Tênis de Mesa se Popularizou na China?

O tênis de mesa foi inventado na Inglaterra nos anos 1880 (século XIX). Imitando o jogo de tênis em um ambiente fechado, o jeito era improvisar: uma fileira de livros poderia ser usada como rede, uma rolha de garrafa, como bola e uma caixa de charutos, como raquete. Tudo sob uma mesa qualquer.



A popularidade fez com que empresas de brinquedos iniciassem a venda de equipamentos. As raquetes, inicialmente de madeira, provocavam impacto com a bola a ponto de gerar barulho, criando o nome pingue-pongue. Na China, aliás, ainda é a maneira pela qual se chama o esporte. A definição tênis de mesa surgiu para diferenciar uma modalidade profissional de uma simples atividade de lazer.   

O Tênis de Mesa é praticado nas escolas primárias na China.

Nicholas Griffin, no livro Ping-Pong Diplomacy: The Secret History Behind the Game That Changed the World (sem tradução), conta que Ivor Montagu, um banqueiro chinês, ajudou a criar as regras que criaram a Federação Internacional de Tênis de Mesa, em 1920.

Centro de Treinamento de Tênis de Mesa na China.
Montagu tinha uma linha de raciocínio que misturava esporte com política: a modalidade iria pegar entre os chineses porque as bolinhas, muito leves, voavam melhor em salas sem janela, o que permitiria aos trabalhadores jogar nos intervalos, sem sair da fábrica.

Com os comunistas no poder, a prática foi massificada. Mao Tsé-Tung decretou, em 1950, o tênis de mesa como esporte nacional. Providenciou o envio de técnicos por todo o país, buscando crianças com reflexos agudos e excelente coordenação e visão. Uma maneira de controle social, que ele dizia elevar a autoestima do povo. Virou orgulho nacional, parte da cultura chinesa.   


https://www.facebook.com/limeiratenisdemesa/


Comentários

Arquivo

Mostrar mais